Clima Legal



O Planeta está cada vez mais quente. “Furacões Catarina”, enchentes, secas, há muitos outros exemplos que mostram que Santa Catarina também já está sentindo na pele os efeitos do aquecimento global.

A queima de combustíveis fósseis e o desmatamento são fatores que aumentam a quantidade de gás carbônico na atmosfera. Segundo o Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas (IPPC), a temperatura média da Terra deverá subir entre 1 grau C e 2 graus C até o final deste século, no cenário mais otimista. No mais pessimista, ela iria até 4 graus C, o que significa uma catástrofe para todos os seres vivos do planeta.

Estudos apontam que são extremamente necessárias ações para evitar as mudanças climáticas, mas por outro lado é um processo irreversível a curto e médio prazo, onde a humanidade precisa estar disposta a enfrentar e realizar ações individuais ou coletivas que auxiliem na mitigação dos efeitos das mudanças climáticas.

As áreas florestais são poderosas aliadas para o combate e mitigação das mudanças climáticas causadas pelo efeito estufa, conseqüência da alta concentração de certos gases lançados na atmosfera por atividades humanas, como o dióxido de carbono (CO2). À medida que se desenvolvem, as florestas contribuem para retirar da atmosfera, através da fotossíntese, o CO2, processo conhecido como seqüestro de carbono.

Estudos apontam que o valor médio de carbono estocado por indivíduos em áreas de restauro florestal é de aproximadamente 200KgCO2eq/árvore ou 0,2tCO2eq/árvore. Ou seja, é a quantidade de carbono que uma árvore consegue absorver no seu período de vida. Por isso, é imprescindível a conservação de florestas existentes, o manejo de forma sustentável das que são utilizadas e a restauração de áreas degradadas.

Diante desse cenário, a Apremavi criou o Clima Legal, um projeto que tem como obejtivo realizar plantios de árvores nativas visando a neutralização de emissões de CO2, amenizando os efeitos das mudanças climáticas e contribuindo com a conservação da biodiversidade no bioma Mata Atlântica.

O que o projeto
prevê:

Plantio de árvores nativas
Restauração de áreas degradadas 
Implantação de políticas públicas 
Atividades de educação ambiental
Fortalecimento das ações da Apremavi

Que ações são necessárias?

Existem várias maneiras de reduzir as emissões dos gases de efeito estufa e mitigar os efeitos do aquecimento global. Além das ações governamentais, todos nós também podemos fazer a nossa parte, tendo consciência das nossas ações no dia-a-dia e também plantando mudas de árvores.

Reduzir a produção de lixo e induzir o consumo consciente

Reduzir e economizar o uso de energia

Evitar e combater o desmatamento e implantar ações de sequestro de carbono

Reduzir a emissão de gases pela indústria e evitar a queima de combustíveis fósseis

 

 

 

Não dá mais para ficar de braços cruzados

Os 15 anos mais quentes já registrados ocorreram neste século. O ano passado foi o mais quente desde o início das medições e tudo indica que em 2017 teremos um novo recorde. Se continuarmos neste ritmo, enfrentaremos problemas cada vez mais graves de abastecimento de água e produção de alimentos, além da maior disseminação de epidemias transmitidas por mosquitos.

Por isso, 1,5°C é o recorde que não devemos quebrar.

Saiba mais sobre esta campanha no site do Observatório do Clima.

Como participar?

Qualquer um pode participar do Clima Legal.
É só escolher uma das das modalidades abaixo, preencher o Termo de Adesão e enviar por e-mail para info@apremavi.org.br.
O custo da muda nativa dentro do programa é de R$10 cada. A maioria das modalidades será enquadrada em neutralização de carbono. Quanto mais você participa, mais você ajuda tanto a Mata Atlântica, quanto o clima do planeta.

Pessoa física

Jardim

10/árvores
  • Citação no site da Apremavi
  • Direito de usar o selo “Clima Legal” da Apremavi

Bosque

50/árvores
  • Citação no site da Apremavi
  • Direito de usar o selo “Clima Legal” da Apremavi
  • Neutralização de carbono

Floresta

250/árvores
  • Citação no site da Apremavi
  • Direito de usar o selo “Clima Legal” da Apremavi
  • Neutralização de carbono
  • Placa de reconhecimento no plantio

Ecossistema

750/árvores
  • Citação no site da Apremavi
  • Direito de usar o selo “Clima Legal” da Apremavi
  • Neutralização de carbono
  • Placa de reconhecimento no plantio
  • Palestra sobre o clima e Mata Atlântica em local a ser combinado

Bioma

2.500/árvores
  • Citação no site da Apremavi
  • Direito de usar o selo “Clima Legal” da Apremavi
  • Neutralização de carbono
  • Placa de reconhecimento no plantio
  • Palestra sobre o clima e Mata Atlântica em local a ser combinado
  • Material de educação ambiental

Pessoa jurídica

Jardim

500/árvores
  • Citação no site da Apremavi
  • Direito de usar o selo “Clima Legal” da Apremavi

Bosque

2.500/árvores
  • Citação no site da Apremavi
  • Direito de usar o selo “Clima Legal” da Apremavi
  • Neutralização de carbono

Floresta

7.500/árvores
  • Citação no site da Apremavi
  • Direito de usar o selo “Clima Legal” da Apremavi
  • Neutralização de carbono
  • Placa de reconhecimento no plantio

Ecossistema

15.000/árvores
  • Citação no site da Apremavi
  • Direito de usar o selo “Clima Legal” da Apremavi
  • Neutralização de carbono
  • Placa de reconhecimento no plantio
  • Palestra sobre o clima e Mata Atlântica em local a ser combinado

Bioma

35.000/árvores
  • Citação no site da Apremavi
  • Direito de usar o selo “Clima Legal” da Apremavi
  • Neutralização de carbono
  • Placa de reconhecimento no plantio
  • Palestra sobre o clima e Mata Atlântica em local a ser combinado
  • Material de educação ambiental

Biosfera

Milhares/árvores
  • Citação no site da Apremavi
  • Direito de usar o selo “Clima Legal” da Apremavi
  • Neutralização de carbono
  • Placa de reconhecimento no plantio
  • Palestra sobre o clima e Mata Atlântica em local a ser combinado
  • Material de educação ambiental
  • Ação exclusiva em parceria com a Apremavi

Secas e enchentes se intensificarão com as alterações do clima. Ajude a cuidar do planeta.

#FiqueLegalComOClima