Plantio de árvores é realizado na área do futuro Parque dos Senécios de Atalanta

set 10, 2018 | Notícias

No último dia 7 de setembro a Acaprena (Associação Catarinense de Preservação da Natureza), a Prefeitura Municipal de Atalanta e a Apremavi (Associação de Preservação do Meio Ambiente e da Vida) realizaram um mutirão de plantio na área do futuro Parque dos Senécios de Atalanta.

A criação do Parque Municipal tem o objetivo principal de preservar uma espécie de planta conhecida popularmente como margarida-do-brejo (Senecio icoglossus DC.). A área onde o parque será implementado tem cerca de 22 mil metros quadrados e foi doada pelo Werner Emílio Gropp para o município de Atalanta. Após trâmite de 4 anos, com ajuda da prefeitura de Atalanta e do Ministério Público, o local será transformado agora em Unidade de Conservação.

Senécios de Atalanta

Encontrada em uma área única de Campo Úmido na localidade de Vila Gropp, no município de Atalanta (SC), a Margarida-do-brejo (Senecio icoglossus DC.) é uma planta herbácea de até 1 metro de altura, com flores rosa-arroxeadas que nasce de forma natural, espontânea e, geralmente, em áreas de banhado. Sua florada acontece entre o final do mês de agosto e o mês de setembro.

Sua localização é considerada absolutamente rara para a região de Atalanta, uma vez que ali se encontra no limite da altitude mais baixa de ocorrência da espécie (525 metros do nível do mar). De acordo com o presidente da Acaprena, Leocarlos Sieves, “a espécie ocorre em locais brejosos em altitudes superiores a 500 metros. Devido às abusivas drenagens e aterros desses locais, o seu habitat ficou muito restrito e a planta tem rareado, o que torna ímpar a característica da planta. Ela está se tornando pouco comum, difícil de encontrar. A gente até encontra em alguns lugares, mas não nessa quantidade que se tem em Atalanta”, explica Leocarlos.

Histórico

No dia 20 de agosto representantes da Acaprena, da Apremavi e do IPAN (Instituto Parque das Nascentes) se reuniram com o Prefeito Municipal de Atalanta (SC), Juarez Miguel Rodermel – Sassá. Na ocasião foram discutidas as tratativas para a criação do Parque dos Senécios de Atalanta que tem como objetivo preservar o ecossistema raro onde se encontra a margarida-do-brejo (Senecios icoglossus DC.).

Além dos senécios, um estudo feito no final de 2015 por especialistas da FURB, do IPAN e da Acaprena, apontou a existência de outras 23 espécies de plantas e 12 espécies de animais, sendo destas 9 espécies de anfíbios, o que confirma a importância da criação de um Parque na região.

Após a reunião a equipe realizou uma vistoria técnica na área do futuro Parque.

Dia de vistoria na área do futuro Parque dos Senécios. Da esquerda para a direita: Leocarlos Sieves (presidente da Acaprena), Edinho Schäffer (presidente em exercício da Apremavi), Sassá (prefeito de Atalanta) e Jonata GIovanella (Ipan). Foto: Arquivo Acaprena.

Autora: Carolina Schäffer.

Pin It on Pinterest

Share This