Clima e Restauração de Florestas

Num planeta finito, cada vez mais populoso, a conta do uso dos recursos naturais como as florestas e a água não fecha mais e o uso insustentável dos recursos naturais já afeta milhões de pessoas no mundo.

O maior e mais dramático desafio ambiental são as mudanças climáticas em curso, provocando eventos climáticos cada vez mais frequentes e extremos como furacões, enchentes, tornados, secas, degelo das calotas polares e aumento do nível dos oceanos.

Para auxiliar a combater os efeitos das mudanças climáticas a Apremavi mantém o Projeto Clima Legal, do qual você ou sua empresa podem fazer parte, apoiando o plantio de árvores, conservando as florestas ou ajudando a evitar o desmatamento.

Ainda na área de mudanças climáticas a Apremavi mantém a parceria com a Bravo Consultoria, cujo objetivo é plantio de árvores par neutralização de emissões de CO2.

Também participa do Observatório do Clima (OC), uma rede que reúne entidades da sociedade civil com o objetivo de discutir a questão das mudanças climáticas no contexto brasileiro. O OC promove encontros com especialistas na área, além de articular os atores sociais para que o governo brasileiro assuma compromissos e crie políticas públicas efetivas em favor da mitigação e da adaptação do Brasil em relação à mudança do clima.

Ao longo de sua história, a Apremavi já ajudou a plantar mais de 8 milhões de mudas de árvores nativas, prova de que a agenda da restauração é uma de suas prioridades. Inúmeros foram os projetos que tinham entre seus objetivos a produção e o plantio de mudas, como o Projeto Bosques de Heidelberg e o Projeto Araucária.

A agenda da restauração está cada vez mais forte no Brasil, especialmente quando se pensa em cumprir uma das metas da NDC brasileira (os compromissos do país para o Acordo de Paris), que é a de restaurar e reflorestar 12 milhões de hectares até 2030.

Neste sentido, as parcerias também são muito importantes e por isso a Apremavi faz parte do Pacto pela Restauração da Mata Atlântica, movimento lançado em 2009, com uma plataforma multi-atores, e que tem como meta restaurar 15 milhões de hectares até o ano de 2050.

Projetos que fazem parte desta Área Temática

Clima Legal

O Clima Legal visa promover a implantação de plantios para sequestro de carbono ajudando a amenizar os efeitos do aquecimento global tanto no planeta, como em Santa Catarina. É também uma estratégia para a conservação da biodiversidade na Mata Atlântica e o fortalecimento da Apremavi.

Bosques de Heidelberg

Bosques de Heildelberg (Heidelberger Wäldchen) é um projeto cujo objetivo é estimular o intercâmbio entre as cidades de Heidelberg e de Atalanta-SC, incentivando o plantio de bosques com árvores nativas da Mata Atlântica e apoiando ações de educação ambiental.

Bravo

O mecanismo pretende ser uma ferramenta transparente e mensurável de pagamento por serviços ambientais de sequestro de carbono e emissões evitadas pela composição de restauro florestal  e conservação de florestas.

Quer ajudar a mitigar as mudanças do clima e não sabe por onde começar?
Entre em contato com a Apremavi.

Pin It on Pinterest

Share This